quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Carta sem palavras.

 Ele escrevia com ódio, com força, com raiva, mas isso tudo não ia adiantar de nada. Apesar da raiva, ele chorava. Pensava nela como uma puta, mas dentro de si pensava como seu amor verdadeiro e eterno. As palavras estavam a fujir, mas ele continuava escrevendo. Pensava nas coisas bonitas que passaram juntos, pensava nas palavras que um dia ela teria dito, pensava nos momentos. Ele escrevia, mas pretendia não entregar. Nunca desejava isso, mas tudo aconteceu e transformou seu mundo em um cone quebrado.
 Ela escrevia com ódio, com força, com raiva, mas isso não estava fazendo-a bem. Apesar da raiva, ela chorava. Pensava nele como um galinha, mas dentro de si pensava como seu amor verdadeiro e eterno. Suas palavras já não faziam mais sentido, ela queria ele ali com ela. As palavras voavam sobre o quarto, mas ela continuava a escrever, mesmo que elas fosse invisível. Ela escrevia as coisas bonitas que passaram juntos, pensava nas palavras que um dia teria dito, pensava nos momentos.
 Um amor verdadeiro e eterno foi separado por causa de rivais. Escreviam cartas sem palavras e pretendiam não entregar um pro outro, mas queria falar em um papel o que sentiam. Era alguém pra eles desabafarem. Se uma pessoa conseguiu destruir um amor forte, então uma pessoa pode destruir o mundo.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Skyscraper [Arranha-céus]


Olhava aquele céu coberto de lágrimas 
aqueles pingos caiam sobre minhas mãos.
Você fez esse céu sofrer e não conseguirá mudar, 
você sempre será assim.
Se você pode, então prova.
Isso é um desafio!

Você pode pisar, como se eu fosse seu chão.
Você pode molhar, como se eu fosse um papel.
Você pode quebrar, como se eu fosse um vidro.
Vá em frente e tente me derrubar
Por que eu vou me levantar como uma arranha-céu
Eu vou me levantar como uma arranha-céu.

Corra, corra, corra,
Estou te vendo desaparecer, mas você não consegue
Perto das nuvens eu consigo ver você.

Por que você não cansa, então terei que te fazer cansar.
Você deixou lágrimas e sofrimento, não merece nada.
Corra, corra, corra,
Você vai rápido, não irá tão longe
Perto das nuvens eu consigo ver você.

Você pode pisar, como se eu fosse seu chão.
Você pode molhar, como se eu fosse um papel.
Você pode quebrar, como se eu fosse um vidro.
Vá em frente e tente me derrubar
Por que eu vou me levantar como uma arranha-céu
Eu vou me levantar como uma arranha-céu.

Admirador Secreto.


 Nunca imaginei isso. Foi uma surpresa. Chegou com cartõezinhos de tocar o coração e sempre com uma linda frase de amor escrita por si. Estava feliz e pretendia descobrir quem era. Isso continuava e mais tarde veio bombons com outros cartõezinhos. Eu não podia me apaixonar por cartas, queria descobrir quem era antes de me apaixonar. Os tempos passaram e quando cheguei da escola tinha flores na entrada de casa, eram pra mim. Eu não sabia o que fazer, estava sem palavras para aquela pessoa que eu acreditava estar totalmente apaixonada. As flores eram vermelhas, ou brancas ou rosas, cores que representavam o amor. O tempo passou e minha curiosidade aumentava. Trouxe presentes e eu já estava totalmente envergonhada. Precisava descobrir. Com todo esse tempo, eu descobri quem era. Você era tímido e não tinha coragem de chegar em mim e achou que a melhor forma era ser um admirador secreto. Sabia que isso não me deixou feliz? Ficaria melhor se você tivesse me contado antes. Meu amor foi se apagando a cada esconderijo, não sei como, mas foi isso. Seus cartões e palavras eram lindos, mas eu não queria um amor onde eu não podia ver. Mesmo com toda a curiosidade de saber, meu amor ia se apagando por causa de toda essa curiosidade. Achei que era apenas ilusão.

Pegue o violão e saia sem pressão.


Ela juntava suas coisas, precisava sair daquele lugar.
Ela pegava suas roupas, seus pertences e seu violão.
Ele gritava, mas ela continuava calada.
Pretendia nunca mais voltar aquele lugar de novo.
Ela pegou tudo e saiu em busca de uma nova vida.

Perdeu tudo, casa, amigos, família, tudo por causa dele.
Ela não pretendia vingança e nem um novo amor.
Se arrependeu, mas não ia voltar atrás.
Caminhava e pedia a Deus uma salvação, só ele podia ajuda-la.

Decidiu ir para casa, mesmo sabendo que não ia ser bem recebida.
Chegando lá, todos estavam esperando por ela.
Sua mãe disse que todos os dias estava lá, 
esperando que ela voltasse e percebesse que sua família 
é bem mais importante que um namorado.

Ela chorava e pedia perdão.
A Deus, a sua família e a seus amigos.

Retrato de Ilusão.

 Estava sempre ao meu lado, no meu criado-mudo. Sempre que eu ia dormi dava de cara com ele, era assim que eu conseguia dormir ou não. Pensava em você, sonhava com você, isso me torturava. Um amor devia resistir sobre a corrente e não cair na primeira pedra. Eu já tentei atirar, eu já tentei jogar a pedra, eu já tentei queimar, mas a minha coragem foi em busca de seu amor. Você me tortura, mas eu não consigo deixar de olhar seu retrato a noite. É um retrato que me mostro o tempo perdido, a cegueira de amor, a ilusão, a infelicidade, a dúvida, a tentação, a tortura. É um retrato que deve ser visto como vestígio da minha vida. Ele é um capítulo, uma aventura, uma magoa, uma confiança. Seu retrato é só ilusão, só lágrimas, só perda de tempo, só raiva, só... Seu retrato é um poço de traição. O que me tortura agora, antes era o amor perfeito. Era pra ser um amor feliz, um amor verdadeiro, era o amor que eu achava que ia ser pra sempre. Mas tudo virou sonhos quando você disse uma só palavras, seis letras, usado em muitas coisas, mas pra mim e pra você, um só significado. Acabou!

Sorriso de quem sofre.


 É tão lindo ver uma pessoa sorrir. É um lindo sorriso. Mas sabe, esses dias eu percebi que o sorriso da pessoa que sofre é bem mais bonito e sabe por quê? Por que ela faz de tudo para ter um belo sorriso e por mais que esteja sofrendo, ainda tem a capacidade de sorrir. O sorriso de quem sofre é bonito, é meigo, é perfeito. Consegue enganar muito bem os outros. Por frente um lindo sorriso, por dentro um rio de lágrimas. Sabe porque isso? Porque escondemos nosso sofrimento até pra nós mesmo, e isso é péssimo. Devemos sempre desabafar com alguém ou então guardaremos esse segredo até a nossa morte e ficaremos com esse peso. O sorriso de quem sofre é forte, é largo, é em direção ao norte. Enganamos as pessoas, mas o que queríamos mesmo era que essas pessoas percebessem que a gente está sofrendo sem dizermos. É ótimo quando alguém percebe que você estar triste e faz de tudo para te ajudar. O sorriso de quem sofre é lindo, mas não deve ser feito, pois ele não é feliz.

A minha luz.

Meu mundo escuro
arrodeado de lendas
Eu procurava a luz
algo extremamente brilhante.


Olhei pro céu 
e pedi para que ele vim me procurar
Meu querido amor.
Ele me deixava feliz
e eu queria estar feliz.
Amor, você é minha luz.


Olhei pra trás
mas não consegui ver você.
Quando aquela lágrima ia cair
você me abraça por trás
e diz que eu era tudo que você queria
eu era o que você procurava


Olhei o brilho dos teus olhos,
mesmo na escuridão.
Senti seu perfume,
mesmo sem poder respirar.


Agora eu achei
você é o que eu queria achar
Meu amor,
você é a minha luz.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Impressão.

 Eu caminhava sozinha sobre a estrada. Ela era bastante longa, então durante o caminho eu resolvi ir pensando em minha vida e em quem me faz feliz. Ele, exatamente ele, foi a primeira pessoa a vim em minha mente. Tão perfeito, tão bonito, tão alegre. Eu continuava andando e resolvi parar. Sempre olhava para trás pra ter certeza que não estava sendo seguida, mas dessa vez eu olhei pra trás por outro motivo. Imaginei que você estava correndo até mim para falar comigo. Só que era apenas uma impressão. Por que você não me procura? Por que você não vem me abraçar e me fazer essa surpresa? Eu ando sozinha por toda essa estrada e só fico imaginando algo que não vai acontecer. Eu ia ficar tão feliz caso você me fizesse essa surpresa. Olhar pra trás e imaginar você é só impressão.

Ainda escuto meu coração.

 Era madrugada e eu estava bastante incomodada. Eu não estava mais aguentando, eu estava apaixonada. Eu escuto meu coração toda noite bater, mas não é uma batida normal, é a batida que mostra que você está dentro de mim. Você entrou no meu coração de um jeito que eu não sei como. Tantas barreiras, tantas forças, tantas palavras... e mesmo assim você entrou no meu coração, você é bem mais forte do que eu imaginei. Ainda escuto meu coração bater todas as noites por causa dos sonhos, por causa das palavras ditas, por causa da nossa amizade, por causa de todas as coisas que fizemos juntos. Você tem algo que eu nunca imaginei que tinha, como você conseguiu?
 Eu não aguento mais ouvir meu coração toda vez que te vejo. Assim eu não vou suportar mais e tudo meu será expressado. Ainda escuto meu coração e tudo por sua causa. Sempre quis que você fosse apenas meu amigo, mas meu coração de um dia pro outro não queria mais uma amizade. Ele teria outro amor pra você. Ainda escuto meu coração, até mesmo quando você não está ou até quando você está com mais uma amiga sua. Será que eu era a melhor? Será que pra você eu sempre fui a preferida? Você era mais um, mas acabou sendo o que eu precisava pra me sentir feliz.

Olhares desviados, sentimentos encontrado.


 Nossos olhos desviam de tanta vergonha, mas olhando pra outro lugar, automaticamente nossas mãos de unem e os olhares se encaram. Vemos o brilho em cada um dos nosso olhos e começamos a imaginar que aquela pessoas é nossa. Nossos dedos passar por toda mão fazendo com que elas se segurem. Um novo amor estava a surgir. Deito no seu ombro e vejo que seu coração bate. É tão lindo, seu coração bate por mim. Continuamos em silêncio, coração acelerando, olhares perfeitos e prontos para tudo acontecer. Depois de tudo isso, decidimos deixar toda essa timidez de lado. Você coloca a mão em minha cintura e eu nos seus cabelos e assim você se aproxima, fechamos os olhos e aquele beijo deixamos rolar. Meu mundo para, não escuto nada, só escuto o barulho do meu coração, estou pulando de alegria por dentro, simplesmente estou te amando, encontrei o meu verdadeiro sentimento por ti, que é o amor.

Chorar dói,


, mas sorrir falsamente e ninguém perceber que você precisa de alguém, dói mais ainda. Você acaba se sentindo só e achando que ninguém se importa com você. O que você não percebe é que você mesma fez com que as pessoas não acharem que você tá mal.

O mar


Cristalina e azul
Era doce de gosto salgado.
As ondas eram de força média
Parecia até uma piscina.

A água era tão boa
Vivíamos nadando
queríamos chegar ao fim do mar
tínhamos sonhos.

Mas nossos sonhos foram destruídos.
Tudo acabou.
Agora tudo estar diferente
dói só de ver.

A água do mar não estar azul,
a areia da praia não estar mais branca,
o mar agora parece um tsunami.
Nada vai voltar como era antes.

Antigo.

 O tempo passa e nem percebemos. Quando percebemos tudo já se tornou "antigo". Eu tinha mais ou menos 8 anos e ganhei um livro bem grandão de presente de aniversário. Fiquei super interessada em lê-lo e pretendia ler ele todo para dizer que eu conseguia ler um livro de muitas e muitas páginas. Li bastante, mas teve um certo tempo, quando estava na metade, que eu deixei de ler. Guardei esse livro em algum lugar que, com o passar do tempo, eu não sabia mais onde tinha botado. 
 Com o passar dos anos, eu lia meu diário de 8 anos e eu falava muito desse livro, decidi que ia procura-lo. Perguntei a minha mãe, ela disse que lembrava desse livro, mas não sabia onde eu teria botado. Procurei por toda a parte e depois de horas, achei debaixo do meu guarda roupa. Ele não tinha titulo, não tinha capa com figuras, a capa era vermelha, só. Ele estava super amarelo, isso quer dizer que ele estava bastante antigo. Havia umas folhas muchas dentro dele e depois de ler um pouco aquele livro, percebi que eu mesma tinha escrito esse livro. Uma fase da minha vida eu tinha escrito naquele livro. Eu falava do garoto que eu gostava, das minha aventuras, dos meus amigos... Enfim, eu tinha criado um livro baseado em minha vida, só com algumas coisas diferentes. 


 Reflexão: Não deixe as coisas passarem, anote-as, lembre delas, cuide delas, não a perca... Enfim, com o passar dos tempos você pode perceber que aquilo fez da sua vida algo bom e mesmo que não tenha sido tão bom, é sempre bom lembrar um pouco do que te fez sofrer ou do que te fez feliz.

domingo, 21 de agosto de 2011

Praia do Fim do Amor


Seu amor marcou assim como as minhas pegadas na areia.
A água veio e levou tudo, mas o que um dia estava ali virou lembranças.
Todos os dias eu ia naquele local,
no mesmo lugar onde um dia tudo começou e onde tudo acabou.
Foi no mesmo lugar. Por que isso? Você queria me fazer sofrer mais?
Eu chegava lá e olhava ao mar, foi o que fez nosso amor acabar.
Lágrimas desciam só de lembrar que foi por causa de uma onda.
Como uma simples onde pôde destruir um amor tão grande?
Você deixou arrastar nossos nomes e agora não vai dar pra voltar atrás.
Seu amor marcou assim como minhas pegadas na areia,
pegadas que foram destruídas por aquela simples onda.
Adeus.

Decidi te deixar partir.

 Ainda lembro, você fez da minha vida uma maravilha, mas todo lindo amor tem um final. Eu lembro que você me deixava feliz, mas agora eu decidi que ia te deixar partir. Você não mais me pertencia, você precisava ir embora. Saia de mim, vá o mais longe que você puder, pegue viajem até onde eu não possa te enxergar mais. 
 Eu ia me derreter em lágrimas, mas acho que todo o amor já tinha ido embora. Decidi te deixar partir por sua vontade. Você tinha que ir e eu precisava ser feliz, então isso era o melhor. Lembro bem de ti, mas não me pertencia mais. Magoas ficaram e agora eu continuo a andar pelos destroços que restaram do nosso amor. Estava indo em busca de um novo amor. 
 Tenho motivos pra te deixar partir. Um dia você me fez sofrer, mas eu continuava a te amar e pretendia ter uma eternidade feliz. Nada ocorreu, nem meus sonhos, nem o que eu planejava para nosso futuro, nem o carinho que eu queria te dar... Enfim, nada que eu queria que acontecesse durante nosso amor aconteceu e eu tive que te deixar partir. Eu não ia chorar, não ia te implorar. E sabe por quê? Por que eu sabia que você ia encontrar o que você queria e acho que você também queria isso. Só te peço que não entre mais na minha vida, eu já sofri demais e eu quero encontrar a minha felicidade, não quero mais sofrimento e nem tristeza. Decidi te deixar partir porque todo o meu amor acabou. Você conseguiu destruí-lo.




dedico à: Inghyson Oliveira

No final é isso que decidimos.

No final é assim,
sempre chegamos ao ponto final.


Depois de tudo temos que decidir,
só temos duas opções.
O que você decide
é o que eu decido.
Juntos decidimos o fim.


Não dava mais,
só tínhamos uma opção.
Tudo ia ser diferente de agora em diante.


Eu sentia falta,
mas sabia que deveria seguir em frente
Não ia continuar nisso
não mais.


Era tão difícil.
Sempre que eu tentava,
você aparecia.
Sempre com uma diferente,
você me atormentava.
Parecia um sequestro.


No final é isso que decidimos, o fim.
Mas as lembranças ficaram
e você foi um capítulo da minha vida
Parabéns
agora deixe o final me decidir.

Conselhos que você não faz.



 Fácil falar. É tão fácil dar conselhos para amigas ou amigos. Você fala coisas como se fosse simples assim para a outra pessoa, mas você não sabe o que aquela pessoa estar sentindo. Ela pode estar sentido algo inexplicável, onde não consegue explicar o que sente também não somos videntes para descobrir. Todos aqui já deram conselhos e não tem coragem de fazer a mesma coisa, certo? Claro que não é só porque não conseguimos que as outras pessoas não vão conseguir, não é isso! Mas tem vezes que falamos com tanto frieza que parece que conseguimos falar ou fazer essa determinada coisa. Não sei nem por que damos esses conselhos. Talvez porque ficamos com vontade de fazer esse conselho no lugar da outra pessoa, mas não conseguimos. E se a gente tentar-se fazer esses conselhos que demos? Talvez pareça bem difícil, num é? Ou talvez seja meio fácil... Vamos dar conselhos que não seja difícil, vamos dar conselhos que conseguimos fazer, chega desses conselhos que nem você consegue fazer. O que acha?

sábado, 20 de agosto de 2011

Com apenas uma nota.

A primeira eu estava segurando.
E a partir da segunda já era um ritmo.
A música estava se formando
e no final estaria linda.


A música era pra ele
deveria ser ao contrario,
mas ele não sabe tocar.
Ele ia ficar feliz com a canção.


Com apenas uma nota,
eu segurava o violão
e em cada nota que eu tocava
a voz invadia a sala.


Com apenas uma nota,
eu já pensava no final.
Talvez ele fosse bom. Ou ruim.


Com apenas uma nota,
eu já imaginava o que ia acontecer
ele ia sorrir e eu ia continuar.
Queria que a música fosse perfeita.


Ele ia olhar pra mim 
e dizer que era seu melhor presente.
Com apenas uma nota,
ele me mostrou o que desejava.

Infelizes para Sempre.

 Não tem como viver feliz aqui, nesse mundo destruído. Será que vamos ser infelizes para sempre? Eu não quero isso, mas parece que a maioria do mundo quer. E como vocês sabem, a maioria sempre vence. Não estamos felizes. Dentro de nós sentimos que estamos destruído, mas por que isso? A vida quer ser difícil, é isso? A infelicidade está invadindo a sala. Quando você menos espera ela aparece, com notícias ruins que passam ou não rapidamente. Vamos ser infelizes até o resto de nossas vidas. Eu não aguento mais esse mundo, eu quero mudar. O pior é que eu sou muito pequena e sem quase direitos para mudar a vida de todos. 
 Por isso eu digo, vamos ser infelizes para sempre. Com esse povo que tem nesse mundo não vai ter mudança, o mundo vai continuar assim. Quando o mundo acabar, nada restará. Pessoas que irão pro céu vão perceber que o que o mundo estava mesmo destruído e que elas poderiam ter evitado, mas não quiseram e estavam totalmente cegas. Escrevo aqui porque tocando esse assunto no nosso mundo já vão achando besteira, mas é verdade. Vamos ser infelizes para sempre. O pior é que não tem como fujir desse mundo infeliz.

A flor mucha.


Ele disse que era pra me representar.
Ela era vermelha como um tomate, era linda.
Ele sorria e dizia que lembrou de mim.
Guardei-a com todo carinho
e jurei que não ia nem deixa-la cair no chão.
Estava com ela a mão a todo momento,
pretendia morrer com ela e assim foi feito.

No dia de sua morte, lá estava ela,
com a flor as mão, mas algo me surpreendeu.
Ela cumpriu dizendo que não ia deixa-la cair no chão.
Quando vi a flor estava sobre um pano
e ela caída no chão ensanguentado.
Ela era verdadeira e cumpriu sua missão,
mas eu não fui verdadeiro
 em dizer que não ia deixa-la sair sozinha.
Agora estou com essa culpa por toda minha vida.



Não deixe que as pessoas que um dia fizeram parte de sua vida se sinta só, mesmo que não a ame mais. Dê valor a todas as pessoas que te querem bem.

De vários eu escolho você.


 Eu conseguia ver vários. Eles rodeavam sobre mim, mas eu não estava satisfeita. Não é que eu queria mais, pelo contrário, eu só queria um. Todos pareciam bons e apaixonados, mas eu não queria. Tentei perguntar para a lua, tentei perguntar para as estrelas, mas nada, ninguém conseguia me ajudar. De vários eu só pensava em você, eu só queria você. Você não estava ali, me arrodeando, mas era você que eu queria. Eu estava sozinha tentando descobrir o porquê disso tudo, mas não achei a resposta. Minha resposta era você, assim como tudo que eu pensava. Por que meu coração te escolheu? Talvez você me deixasse feliz. Aquele seu jeito me fez se apaixonar, assim como todos que me estavam ao meu redor. Eu podia escolher qualquer pessoa que estava comigo menos você.
 Você já pretendia futuro e eu só sonhava com ele. Você sorria pra mim e me olhava no olho, mas eu sabia que não era isso que você queria. Já até imaginei que queria me iludir, mas você não queria me ver sofrer. Não eramos diferentes, mas também não eramos iguais, podíamos sentir tudo juntos. De vários eu escolho você, porque foi você que me conquistou, foi você quem fez da minha vida a melhor, foi você que estava me ajudando. Você fez tudo pra me hipnotizar, mas não queria nada mais. Eu podia escolher outro, mas eu só queria você. Se eu te continuo te amando a culpa é sua, não pedi para que você fosse assim. 
 Você estava no chão, sozinho e parecia abandonado, foi ai que eu te achei. Eu olhei bem pra você e vi que era você quem me pertencia e quem completava meu coração, mas eu me enganei. Me enganei quando sobre tudo de você. Meu coração parece que tinha parado e eu tinha perdido a minha metade por outra pessoa. Saiba que de vários eu ainda continuo escolhendo você.

Eu aprendi tudo que devia.

 Passamos a vida toda sofrendo, pedindo, insistindo, tentando, pedindo desculpas, chorando, sonhando com alguém, pensando na vida, sentindo-se só, pedindo a Deus aquela pessoa para nós, escrevendo cartas que nunca entregaremos, querendo falar o que não temos coragem, negando sua existência... Enfim, diversas coisas por causa de uma só pessoa. Temos que aprender que não podemos continuar assim. Acha mesmo que merecemos sofrer? Acha mesmo que precisamos chorar? Nada faz sentido. É muito inútil como sofremos e choramos por quem não merece. Pedir a Deus que aquela pessoa seja sua? Acho uma grande perda de tempo, fala com Deus sobre coisas importantes de sua vida e não em uma pessoa que não quer nada com você. Pede a Deus felicidade, paz, alegria, saúde, mas não pede coisas absurdas.
 Eu aprendi tudo que devia e não vou continuar fazendo minhas burradas. Se todas as pessoas tivessem esse mesmo pensamento, podia não existir sofrimento. É fácil ajudar uma pessoa que estar loucamente apaixonada ou com cegueira de amor. Não sabe? Pessoas estressada só falam: - TERMINA LOGO! - , mas quem quer mesmo ajudar uma amiga, dará exemplos e explicar tudo que sabe sobre isso. Se bem que no final sempre tem um "termina logo". Foi ai que eu aprendi que esse sofrimento não leva a nada, é bem melhor terminar do que sofrer. 
 Eu aprendi várias coisas que trago comigo até hoje. Aprendi com meus amigos, com meus inimigos, com pessoas que nem tenho muita intimidade, com familiares e até com amigos de amigos. Com o tempo você percebe que as pessoas podem te ajudar mesmo não querendo ajudar e foi assim que consegui aprender com tantas pessoas. Eu vou percebendo o que elas fazem e vou aprendendo com elas.

Borboletas no estômago.

Minha barriga dói só pensar em te perder. 
Borboletas no estômago, eu acho que é isso.
Borboletas no estômago, estão em mim traçando traços
que transformam o mundo em coisas manuscritas.
Borboletas no estômago é como algo que dói.
Dói quando penso em você ou que você não é meu.
Não é, mas não queria lembrar.
Sonho que você é meu, mas acaba aparecendo coisas:
Borboletas no meu estômago.
A dor do vazio, a dor da solidão.
Sentir-se só é como sentir borboletas no estômago.

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Trauma.


 Eu estava com medo de entrar, mas eu tinha que fazer isso. Será que devia mesmo? Era um quarto escuro e eu podia ouvir os gritos do meu quarto. Eu queria que aquilo acabasse. Estava chorando na minha cama e tentando fingir estar dormindo. Ela estava morrendo, eu tinha certeza. O pior era que eu era muito nova para tentar salva-la, caso eu fosse ia morrer junto e ia dar a vitória pra ele. Mas eu não podia deixa-la lá. Corri até o outro quarto, mas não tive coragem de entrar. Fiquei na porta ouvindo o grito que cada vez estava mais alto e mais baixo. Aumentava e diminuía. Ela estava quase morta... Tudo ficou em silêncio, só uma risada no final para significar vitória. Eu ainda estava viva e na porta ouvindo tudo. Ouvi passos e resolvi correr até o quarto dele, onde achei um revolver e o peguei. Os gritos dela continuaram, ela não estava morta, mas quase lá. Tinha sangue por toda a cama, foi o que vi. Fiquei bem ao lado da porta. Percebi que se eu não fizesse nada ela ia morrer. Entrei e apontei a arma para ele. Ele fazendo aquela cena ridícula, continuava com mais forças e ela gritava e pedia para eu correr. Ela chorava, mas ia morrer. Eu disse: - Solta ela ou eu te mato - com uma voz trêmula. Ele olhou pra mim, deixou minha irmã quase morta na cama e olhou pra mim totalmente do jeito que tava, pelado. Ele estava com um pouco de medo e ficou a frente a minha irmã pedindo que eu parasse. Atirei com os olhos fechados de medo. Quando abri, percebi que o tiro tinha pegado na minha irmã. Corri até ela, abracei-a e chorei bastante. Eu tinha matado minha própria irmã. Ele ligava pra polícia. Peguei a arma e apontei pra ele mandando ele desligar o telefone. Ele desligou, pois a polícia já estava vindo e em menos de 5 minutos ela chegou. Fui mandada por um hospício. Não entendi o porquê. Não era pra eu ir pra cadeia? Eu tinha apenas 9 anos e me chamavam de louca. Passei o resto da minha vida lá, mas eu não acreditava que eu era louca, queria apenas a felicidade de minha irmã e acabei matando a única coisa que eu tinha. Esse foi o maior trauma da minha vida.

Esquecimentos que voltam.

Esquecemos,
nem lembramos mais,
mas voltam.


As coisas esquecidas voltam
e fazem você perceber que elas 
foram uma maneira de te fazer aprender.


Esquecimentos que voltam
não é tortura,
é uma maneira de te fazer
ser tratada como um museu,
como dizem.


Volte ao passado
e veja que tudo pode ter sido 
uma grande perda de tempo.


Não esqueça.
Não vai adiantar.


Não precisa lembrar,
apenas ignore.

Eu estava enganada sobre você.

 Talvez vários desenhos podem representar cada momento de minha vida. São vários, mas dá pra representar em desenhos. Poderia pegar uma simples folha em branco e começar a desenhar: Sabe aquele primeiro momento? Quando nos conhecemos? Eu poderia representar em um desenho. Foi perfeito. Aqueles momentos jamais serão esquecidos. Você me prometeu tantas coisas, beijos, abraços... Mas nada foi cumprido. Depois de muitas coisas que aconteceram com o passar do tempo, acho que eu preferia que nada tivesse acontecido. A gente sonha em um final feliz ou em uma eternidade feliz, mas o que eu achava que ia durar ou terminar em um final feliz não aconteceu. Você foi um que fez a corrente continuar até o fim com todas as zoações. As músicas viravam silêncio dentro de mim e qualquer coisa poderia ser representada de outra forma. Eu achava que você era bom, mas estava enganada. Eu estava enganada sobre você. Tem vezes que dá até pra perdoar, mas será que você merece? Era só uma brincadeira. Eu devia ter percebido, mas estava "ocupada", certo? Ocupada me preocupando com você. Eu estava enganada sobre você, sobre tudo que você me dizia, sobre as promessas, sobre o amor. Eu achava que você era bom pra mim, mas não era. Você era como lágrimas: Entrou em mim e permaneceu para ficar junto do meu coração, mas ai você saiu e deixou meu coração desidratado como se ele não fosse nada e como se você não tivesse entrado. Eu estava enganada sobre você. Apesar de eu me lembrar, não quero nem ver os desenhos.

Cada lugar continha uma pequena lembrança.


 Continha uma lembrança em cada lugar que ficamos juntos, mas todas essas lembranças foram sendo destruídas com o passar dos dias. Eu só desejava que nada acontecesse, mas meu desejo não se realizou. Tudo acabou, eu previa. Nosso amor não estava dando mais certo e você realmente desejou acabar. Casa lugar que ficamos juntos continha uma pequena lembrança, mas você passou por lá e as destruiu, não queria mais lembrar do nosso amor. Eu também queria te esquecer, mas não conseguia. Não era pra deixar nosso amor acabar, mas você parecia não gostar. Cada lembrança ficou no meu coração, mesmo você destruindo-o. Se destruiu meu coração tem minha cabeça pra guardar e depois fazer voltar pro meu coração. Por que você destruiu até nossas lembranças? Realmente você não parecia gostar.

Defeitos

Você pode parecer perfeito,
mas não é.


Parece ser o mais bonito
mais estiloso, mais feliz.
Mas tem defeitos
e eles não são pouco.


Por mais perfeito
você tem defeitos.
E esses defeitos são enormes
não imaginei que seria assim,
mas eu descobri.


Defeitos são normais,
mas os seus são demais.
Não tem como eu aguentar
desisto de todas essas coisas...

Aviso: Novela!

 Gente, queria pedir desculpas por causa da novela do blog, mas não irei continuar. Não terminei a novela e não estava mais escrevendo. Talvez eu continue escrevendo algumas postagens de vez em quando, mas não continuarei a novela. Desculpa, desculpa >< ' Não irei apagar porque algumas pessoas podem querer ler pelo menos a metade da história. Talvez no final do ano ou próximo ano eu continue a novela, mas agora não vai dar para continuar.
 Espero que vocês me entendam... =/ ' Obrigada pela compreensão.

domingo, 31 de julho de 2011

Um amor Feito de Escolhas - Capítulo 7



 Levantei da cadeira do computador e estava surpresa à quem estava a minha frente. Ele sorria pra mim, estava feliz ao me ver. Era o Lucas. Por que o Yan ia chamar o Lucas? Foi que eu fique bastante confusa, mas eu já sabia o que realmente o Yan queria trazendo o Lucas ali. Respirei fundo e olhei para o Lucas, dizendo:
 - Lucas...
 - Oi amor - Disse ele.
 - Eu... - Dei uma pausa - Eu quero terminar com você.
 - Mas por quê? Não era o que você mais queria?
 - Sim, era sim. Mas não mais.
 Ele chegou perto de mim, colocou meu cabelo pra trás e disse em meu ouvido:
 - Não desistirei de você.
 Ele saiu com uma grande raiva e eu sentei na cadeira do computador. O Yan veio me abraçar e disse, meio que sussurrando - você fez bem -. Abracei o Yan e chorei bastante, pois achava que tinha perdido o amor de minha vida. Mas o Yan me explicou mais sobre esse tal de amor.
 Na manhã seguinte, sábado, fui a praça com o Yan e adivinha quem estava lá? Sim, o Lucas. E eu entrei em choque, sentia que ele estava planejando alguma coisa para mim, pois ele ria maleficamente. Eu e o Yan sentamos em um banco e eu pedi para ir embora, mas o Yan insistiu em ficar. A Sandra chegou pouco depois e disse:
 - Nossa amiga, só você mesmo pra não ficar com o Lucas, ele é super gato!
 Permaneci calada.
 - Se você não gostava dele fez bem - Disse ela.
 Abaixei minha cabeça e rapidamente a levantei. O Lucas ainda olhava pra mim, então se encaramos. Ele deixou os amigos dele e veio em minha direção. Segurei o braço de Yan e apertei. Quando o Lucas chegou, não falou comigo:
 - Sandra, aceita um sorvete?
 - Claro - Sim, a Sandra paralisou quando ele veio falar com ela.
 Eu sabia que isso era apenas para me fazer ciúmes, e eu nem liguei. Depois disso foi que soltei o braço do Yan, achei o braço dele meio roxo depois do que eu fiz. Talvez eu tenha ficado um pouco com ciúmes, mas o Yan não deixou eu me abalar. Yan me levou até a casa dele e quando chegamos no quarto dele, ele disse que tinha uma surpresa pra mim. Fiquei super curiosa, mas ele disse que só ia me dizer dia 9 de agosto.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Um amor Feito de Escolhas - Capítulo 6



 Sinceramente, se o Yan estivesse mesmo me entendendo naquele momento ele era feiticeiro, porque nem eu me entendia. Eu queria saber o que passava pela minha cabeça e pelo meu coração, de repente eu não sentia a mesma coisa pelo Lucas. Achei super estranho da minha parte. Queria me entender.
 Na manhã seguinte, fui para escola e sempre estava me escondendo para o Lucas não me ver. O Yan só sabia rir e eu mandava ele parar ou o Lucas ia saber da minha presença ali. Quando eu e o Yan chegou na sala de aula, ele fez o seguinte comentário:
 - Por que você não termina com ele já que não gosta mais dele? É mais fácil do que ficar se escondendo.
 - Não sei se eu consigo.
 - Você já conseguiu coisa pior.
 - Deixa eu pensar mais uns dias, não quero me arrepender.
 - Ok, você que sabe.
 A minha sorte era que o Lucas era um ano mais velho que eu, assim não ficávamos na mesma sala. Eu estava morrendo de raiva do meu coração: primeiro ele quis que eu ficasse com o Lucas e agora que eu consegui ficar com ele, meu coração não sente a mesma coisa por ele. O que será que eu deveria fazer? 
 Nessa tarde, fui à casa do Yan para terminar o trabalho de Geografia que não terminamos. E o Yan resolveu falar sobre meus problemas, ele realmente sabia quando eu precisava desabafar:
 - Sasá, o melhor que você pode fazer é terminar com ele.
 - Lembra do Guto?
 - Claro.
 Parei um pouco e depois continuei a falar:
 - Eu chorei quando ele saiu da escola - Olhe para o Yan e vi ele surpreso.
 - Então é por isso que você tem medo de se arrepender?
 - Acho que sim...
 O Yan pegou o celular dele e ligou para alguém. Ele falava algo tipo "e aê?", "aparece aqui em casa", "valeu!". Depois eu perguntei quem era e ele falou que era um amigo dele. Pra que chamar um amigo? Que eu saiba o trabalho era em dupla e não em trio. Bom, estávamos fazendo o trabalho, quando a campainha tocou. Enquanto o Yan foi atender, eu estava no computador digitando o trabalho. Foi quando eu ouvi o Yan gritar - Sasá!! - ergui minha cabeça parando de digitar no computador e olhei para trás. E adivinha...

cap. 7 - 3 de agosto

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Poesia?

 Hoje ganhei um autografo. Não um autografo de cantores ou atrizes. Talvez pra algumas pessoas não sega importante. Ganhei um autografo de uma autora. Na verdade ela autografou o livro de várias pessoas lá da escola e em cada um, uma mensagem diferente. Talvez a minha não tenha sido a melhor e não tenha sido a mais comprida, mas me fez refletir como todas as frases que passa em minha vida. A frase dizia: "A poesia é uma passagem". Talvez seja mesmo uma passagem, ela vive passando em todos os cantos, mas muitas vezes não percebemos. Eu acho que todos os cantos contem uma pequena mensagem. Tipo, quando vamos passeando de carro e vemos cada coisa por fora da janela, as coisas são diferentes e cada uma dessas coisas podem representar uma frase. E todas essas frases transformam-se em uma poesia. Que é sobre o que eu estou falando. Aposto que você entenderam onde eu quero chegar. Qualquer palavra que te vem na cabeça pode trazer, junto dela, uma grande inspiração. É por isso que eu criei a postagem Pausa Para a Criatividade e a postagem Inspiração, acho que isso é essencial para fazer um belo texto ou uma poesia.



domingo, 24 de julho de 2011

Um amor Feito de Escolhas - Capítulo 5


 No ano passado, o Yan me contou que o amigo dele, Gustavo, gostava de mim. Mas eu não era focada em namoro, eu só queria saber de outras coisas e Guto também tinha vergonha de admitir e sempre dizia que não gostava de mim. O Yan pedia sempre pra eu ficar com o Guto (Gustavo), mas eu não queria. O Guto era só um amigo pra mim e eu não queria nada mais que sua amizade. Foi no final do ano passado que eu o conheci melhor. Não suportando mais mentir dizendo que não gostava de mim, ele resolveu me contar toda a verdade. E eu não liguei pra ele, até achei meu jeito muito grosseira. Ele depois de tudo, se declarar pra mim, eu apenas olhei pra ele e mandei ele seguir a vida dele. Tenho certeza que ele não se arrependeu do que disse pra mim, até porque ele ainda me tratava como uma "amiga". O Yan, Guto e eu eramos super amigos até que o Guto teve que mudar de escola e ficou só eu e o Yan. Admito que chorei um pouco pelo Guto sair da escola, eu o amava. Quando ele saiu da escola, eu, todas as noites e tardes, lembrava do que tinha dito a ele e me senti super culpada. Foi que na segunda semana de aula, ele ligou pra mim e disse que sentia minha falta. Eu não consegui falar nada e ele desligou. Eu chorei muito depois desse dia, foi ai que apareceu o Lucas e minha vida mudou completamente. Não era a primeira vez que eu me apaixonava. Não era a primeira vez que eu sofria. Apesar de todas as coisas, eu sentia muita falta do Guto. Resumindo, eu perdi minha oportunidade com o Guto por causa da minha intolerância e foi por isso que eu aceitei logo namorar o Lucas, eu não podia errar de novo.
 Mesmo ter aceitado a namorar o Lucas, eu estava muito confusa. Não entendi o por quê disso, eu o amava. Talvez eu estivesse insegura, eu não sei o que estava me acontecendo. No dia seguinte, o Lucas não saia do meu pé e sempre que podia me dava um beijo, o que já estava ficando enjoado. Nessa tarde, eu fui a casa do Yan para fazer o trabalho de Geografia e desabafei:
 - Yan...
 - Oi?
 - Não estou me sentindo bem namorando o Lucas.
 O Yan olhou pra mim com outra cara de desentendido, mas ele entendeu:
 - Você não o ama?
 - Amo sim, mas eu não sei... Estar muito confuso pra mim. Não estou sentindo a mesma paixão que eu tinha por ele antes, eu via ele de um jeito, mas percebi que ele é muito diferente do que eu imaginava - Dei uma pausa para um suspiro - Estou sentindo que não o amo como antes.
 O Yan percebeu eu abaixando minha cabeça e limpando uma lágrima que descia da minha face. Ele chegou perto de mim, levantou minha cabeça e limpou minhas tantas lágrimas que caiam de minha face. Ele me abraçou e disse:
 - Ele não merece suas lágrimas Sabrina.
 O Yan só me chamava de Sabrina quando falava serio. E pelo tom calmo que ele falou, parecia sério. Eu só precisava daquele abraço naquele momento. É, realmente o Yan me entendia. Como ele podia me entender tão bem? Só ele mesmo pra ficar comigo a todo momento...

sábado, 23 de julho de 2011

Não sou mais aquela criança.


 Não sou mais aquela criança e você tem que entender. Aquela que um dia foi uma criança boba, não acredita mais nas suas palavras, palavras falsas. Eu era pequena demais para entender e por isso eu estou aqui, falando que agora eu entendo. Entendo todas as suas mentiras, entendo todos os seus truques. Você continua o mesmo e perdeu todos os seus truques. Mas eu continuo fazendo minhas ideias voarem e isso faz eu ter mais planos que você. Dizem que eu tenho criatividade e eu continuo a procura-la. Você não, você é diferente, prefere que tudo venha a suas mãos. Eu não sou mais aquela criança que você fazia as burradas e eu tinha que perdoar, não mais. Eu cresci e todas as suas burradas estão voltando contra si. Chego perto de seu ouvido e consigo falar todas as coisas que um dia aconteceram e você não terá outra opção, a não ser ficar calado. Eu estou aqui para te detonar. Não é uma vingança. Eu não sou mais aquela criança que sonhava que te teria para sempre, pelo contrário, sonho no dia em que você vai sumir para sempre da minha vida. Infelizmente ainda te tenho por perto. Eu não sou mais aquela criança boba que ficava contando os segundos para te ver, agora eu conto os segundos para não te ver. E é isso. Eu cresci e não aguento mais seus planos que não existe mais. Eu tomei o poder e vai continuar assim.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Fantástico.

 Tudo parece fantástico. Esse mundo cheio de maravilhas que me encantam todos os dias, vão me fazendo alegrar cada vez mais. Seja como for, estar sendo fantástico. Seja proibido, perigoso, maravilhoso, pensativo, duvidoso, esperançoso... Enfim, seja o que for, eu estarei aqui para deixar esse mundo mais bonito e fazer dele o melhor de todos. Pode ser que eu não deseje que todos sejam felizes, mas eu quero ser feliz. Eu espero tudo permanecer fantástico até a minha morte. Eu quero viver em um mundo fantástico. Tudo aquilo que invade meu cérebro não passa de pensamentos e mesmo que eles sejam coisas simples, podem transformar meu mundo fantástico. Também tem os meus amigos, aqueles que me deixam feliz. Eu nasci para ser feliz e quero permanecer feliz ao lado de todas aquelas pessoas que Deus colocou em minha vida.  Tudo parece fantástico, até alguém querer destruir tudo. Mas eu não deixarei isso acontecer. É o meu mundo e nada poderá acontece-lo. Eu defenderei meu mundo até o fim, tudo tem que continuar fantástico. Vai ver, eu vou conseguir deixar esse mundo fantástico pra sempre.


Dedico à: Inghyson Oliveira.

Amigos, Colegas...

Amigos vem e vão,
Mas não são amigos,
talvez colegas.


Temos poucos amigos.
Até porque amigos de verdade,
são difíceis de encontrar.


Tem gente que tem a sorte de encontrar,
mas tem vezes que não dá valor.
Amizades de verdade vale mais que ouro,
todos deveriam dar valor a isso.


Amizade deve ser de verdade.
Já imaginou se nada fosse de verdade?
Se tudo fosse uma farsa?
Nem quero pensar,
minha vida seria uma desgraça.


Se todos seus amigos fossem colegas?
Pessoas não sabem diferenciar.
Mas perceba que os amigos 
sempre estão com você.

Mentirinhas que parece que me enganam.

 Acha mesmo que me engana? Essas suas mentirinhas não passam de uns simples comentários e que não me deixam nem um pouco com animo. Acha que eu vou me derreter toda por causa essas suas mentiras dizendo que gosta de mim? Você estar se auto enganando. Não tem como eu acreditar em mentiras desse tipo. Eu conheço o tipo de garoto que você é e não é dos que combinam comigo. Não mesmo. E essas suas mentirinhas que parece que me enganam não passam de simples comentários, elas são proibidas de entrar em minha mente, porque se entrar vai dar confusão e eu não quero confusão na minha cabeça, não mais. Essas mentirinhas não me enganam mais, eu cresci e aprendi a tratar essas mentiras como simples comentários sem sentido. Acho melhor você não perder seu tempo inventando essas mentiras, até porque eu não irei acreditar. Acredite em mim, é melhor pra você. Posso até acreditar que você gosta de mim, mas não cairia na burrada de ficar com você, nunca. Eu sei porque é isso que eu quero. Sou determinada e por isso não me arrependerei.

Sem perceber.

 Sem perceber a gente acaba magoando pessoas que não queriamos magoar. Sem perceber coisas acontecem. Sem perceber, o tempo passa. Sem perceber fazemos coisas que não deveriamos fazer. Sem perceber, acabamos usando as pessoas. Sem perceber, pessoas desejam vingança. Sem perceber, você perde tempo de sua vida. Sem perceber, a vida traz pessoas que não eram pra entrar em nossa vida. Sem perceber, sofremos. Sem perceber, pessoas estão nos enganando. Sem perceber, amigos de verdade estão sendo esquecidos. Sem perceber, fazemos burradas. Sem perceber, um amigo precisa de ajuda. Sem perceber, você estar doente. Sem perceber, você estar louca. Sem perceber, esperam nossa morte. Sem perceber, a falsidade vem vindo cada vez mais. Sem perceber, estamos sozinhos. Sem perceber, as coisas acontecem.




 Estamos tão dispersos do mundo que as coisas passam por a gente sem perceber. Tudo isso que eu falei são exemplos de algumas dessas coisas. Tudo pode acontecer, e como não estamos interessadas no mundo, tudo isso acaba acontecendo sem você perceber. Daí, você consegue descobrir tudo e perceber que isso faz tempo. Como se sente agora?