domingo, 31 de julho de 2011

Um amor Feito de Escolhas - Capítulo 7



 Levantei da cadeira do computador e estava surpresa à quem estava a minha frente. Ele sorria pra mim, estava feliz ao me ver. Era o Lucas. Por que o Yan ia chamar o Lucas? Foi que eu fique bastante confusa, mas eu já sabia o que realmente o Yan queria trazendo o Lucas ali. Respirei fundo e olhei para o Lucas, dizendo:
 - Lucas...
 - Oi amor - Disse ele.
 - Eu... - Dei uma pausa - Eu quero terminar com você.
 - Mas por quê? Não era o que você mais queria?
 - Sim, era sim. Mas não mais.
 Ele chegou perto de mim, colocou meu cabelo pra trás e disse em meu ouvido:
 - Não desistirei de você.
 Ele saiu com uma grande raiva e eu sentei na cadeira do computador. O Yan veio me abraçar e disse, meio que sussurrando - você fez bem -. Abracei o Yan e chorei bastante, pois achava que tinha perdido o amor de minha vida. Mas o Yan me explicou mais sobre esse tal de amor.
 Na manhã seguinte, sábado, fui a praça com o Yan e adivinha quem estava lá? Sim, o Lucas. E eu entrei em choque, sentia que ele estava planejando alguma coisa para mim, pois ele ria maleficamente. Eu e o Yan sentamos em um banco e eu pedi para ir embora, mas o Yan insistiu em ficar. A Sandra chegou pouco depois e disse:
 - Nossa amiga, só você mesmo pra não ficar com o Lucas, ele é super gato!
 Permaneci calada.
 - Se você não gostava dele fez bem - Disse ela.
 Abaixei minha cabeça e rapidamente a levantei. O Lucas ainda olhava pra mim, então se encaramos. Ele deixou os amigos dele e veio em minha direção. Segurei o braço de Yan e apertei. Quando o Lucas chegou, não falou comigo:
 - Sandra, aceita um sorvete?
 - Claro - Sim, a Sandra paralisou quando ele veio falar com ela.
 Eu sabia que isso era apenas para me fazer ciúmes, e eu nem liguei. Depois disso foi que soltei o braço do Yan, achei o braço dele meio roxo depois do que eu fiz. Talvez eu tenha ficado um pouco com ciúmes, mas o Yan não deixou eu me abalar. Yan me levou até a casa dele e quando chegamos no quarto dele, ele disse que tinha uma surpresa pra mim. Fiquei super curiosa, mas ele disse que só ia me dizer dia 9 de agosto.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Um amor Feito de Escolhas - Capítulo 6



 Sinceramente, se o Yan estivesse mesmo me entendendo naquele momento ele era feiticeiro, porque nem eu me entendia. Eu queria saber o que passava pela minha cabeça e pelo meu coração, de repente eu não sentia a mesma coisa pelo Lucas. Achei super estranho da minha parte. Queria me entender.
 Na manhã seguinte, fui para escola e sempre estava me escondendo para o Lucas não me ver. O Yan só sabia rir e eu mandava ele parar ou o Lucas ia saber da minha presença ali. Quando eu e o Yan chegou na sala de aula, ele fez o seguinte comentário:
 - Por que você não termina com ele já que não gosta mais dele? É mais fácil do que ficar se escondendo.
 - Não sei se eu consigo.
 - Você já conseguiu coisa pior.
 - Deixa eu pensar mais uns dias, não quero me arrepender.
 - Ok, você que sabe.
 A minha sorte era que o Lucas era um ano mais velho que eu, assim não ficávamos na mesma sala. Eu estava morrendo de raiva do meu coração: primeiro ele quis que eu ficasse com o Lucas e agora que eu consegui ficar com ele, meu coração não sente a mesma coisa por ele. O que será que eu deveria fazer? 
 Nessa tarde, fui à casa do Yan para terminar o trabalho de Geografia que não terminamos. E o Yan resolveu falar sobre meus problemas, ele realmente sabia quando eu precisava desabafar:
 - Sasá, o melhor que você pode fazer é terminar com ele.
 - Lembra do Guto?
 - Claro.
 Parei um pouco e depois continuei a falar:
 - Eu chorei quando ele saiu da escola - Olhe para o Yan e vi ele surpreso.
 - Então é por isso que você tem medo de se arrepender?
 - Acho que sim...
 O Yan pegou o celular dele e ligou para alguém. Ele falava algo tipo "e aê?", "aparece aqui em casa", "valeu!". Depois eu perguntei quem era e ele falou que era um amigo dele. Pra que chamar um amigo? Que eu saiba o trabalho era em dupla e não em trio. Bom, estávamos fazendo o trabalho, quando a campainha tocou. Enquanto o Yan foi atender, eu estava no computador digitando o trabalho. Foi quando eu ouvi o Yan gritar - Sasá!! - ergui minha cabeça parando de digitar no computador e olhei para trás. E adivinha...

cap. 7 - 3 de agosto

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Poesia?

 Hoje ganhei um autografo. Não um autografo de cantores ou atrizes. Talvez pra algumas pessoas não sega importante. Ganhei um autografo de uma autora. Na verdade ela autografou o livro de várias pessoas lá da escola e em cada um, uma mensagem diferente. Talvez a minha não tenha sido a melhor e não tenha sido a mais comprida, mas me fez refletir como todas as frases que passa em minha vida. A frase dizia: "A poesia é uma passagem". Talvez seja mesmo uma passagem, ela vive passando em todos os cantos, mas muitas vezes não percebemos. Eu acho que todos os cantos contem uma pequena mensagem. Tipo, quando vamos passeando de carro e vemos cada coisa por fora da janela, as coisas são diferentes e cada uma dessas coisas podem representar uma frase. E todas essas frases transformam-se em uma poesia. Que é sobre o que eu estou falando. Aposto que você entenderam onde eu quero chegar. Qualquer palavra que te vem na cabeça pode trazer, junto dela, uma grande inspiração. É por isso que eu criei a postagem Pausa Para a Criatividade e a postagem Inspiração, acho que isso é essencial para fazer um belo texto ou uma poesia.



domingo, 24 de julho de 2011

Um amor Feito de Escolhas - Capítulo 5


 No ano passado, o Yan me contou que o amigo dele, Gustavo, gostava de mim. Mas eu não era focada em namoro, eu só queria saber de outras coisas e Guto também tinha vergonha de admitir e sempre dizia que não gostava de mim. O Yan pedia sempre pra eu ficar com o Guto (Gustavo), mas eu não queria. O Guto era só um amigo pra mim e eu não queria nada mais que sua amizade. Foi no final do ano passado que eu o conheci melhor. Não suportando mais mentir dizendo que não gostava de mim, ele resolveu me contar toda a verdade. E eu não liguei pra ele, até achei meu jeito muito grosseira. Ele depois de tudo, se declarar pra mim, eu apenas olhei pra ele e mandei ele seguir a vida dele. Tenho certeza que ele não se arrependeu do que disse pra mim, até porque ele ainda me tratava como uma "amiga". O Yan, Guto e eu eramos super amigos até que o Guto teve que mudar de escola e ficou só eu e o Yan. Admito que chorei um pouco pelo Guto sair da escola, eu o amava. Quando ele saiu da escola, eu, todas as noites e tardes, lembrava do que tinha dito a ele e me senti super culpada. Foi que na segunda semana de aula, ele ligou pra mim e disse que sentia minha falta. Eu não consegui falar nada e ele desligou. Eu chorei muito depois desse dia, foi ai que apareceu o Lucas e minha vida mudou completamente. Não era a primeira vez que eu me apaixonava. Não era a primeira vez que eu sofria. Apesar de todas as coisas, eu sentia muita falta do Guto. Resumindo, eu perdi minha oportunidade com o Guto por causa da minha intolerância e foi por isso que eu aceitei logo namorar o Lucas, eu não podia errar de novo.
 Mesmo ter aceitado a namorar o Lucas, eu estava muito confusa. Não entendi o por quê disso, eu o amava. Talvez eu estivesse insegura, eu não sei o que estava me acontecendo. No dia seguinte, o Lucas não saia do meu pé e sempre que podia me dava um beijo, o que já estava ficando enjoado. Nessa tarde, eu fui a casa do Yan para fazer o trabalho de Geografia e desabafei:
 - Yan...
 - Oi?
 - Não estou me sentindo bem namorando o Lucas.
 O Yan olhou pra mim com outra cara de desentendido, mas ele entendeu:
 - Você não o ama?
 - Amo sim, mas eu não sei... Estar muito confuso pra mim. Não estou sentindo a mesma paixão que eu tinha por ele antes, eu via ele de um jeito, mas percebi que ele é muito diferente do que eu imaginava - Dei uma pausa para um suspiro - Estou sentindo que não o amo como antes.
 O Yan percebeu eu abaixando minha cabeça e limpando uma lágrima que descia da minha face. Ele chegou perto de mim, levantou minha cabeça e limpou minhas tantas lágrimas que caiam de minha face. Ele me abraçou e disse:
 - Ele não merece suas lágrimas Sabrina.
 O Yan só me chamava de Sabrina quando falava serio. E pelo tom calmo que ele falou, parecia sério. Eu só precisava daquele abraço naquele momento. É, realmente o Yan me entendia. Como ele podia me entender tão bem? Só ele mesmo pra ficar comigo a todo momento...

sábado, 23 de julho de 2011

Não sou mais aquela criança.


 Não sou mais aquela criança e você tem que entender. Aquela que um dia foi uma criança boba, não acredita mais nas suas palavras, palavras falsas. Eu era pequena demais para entender e por isso eu estou aqui, falando que agora eu entendo. Entendo todas as suas mentiras, entendo todos os seus truques. Você continua o mesmo e perdeu todos os seus truques. Mas eu continuo fazendo minhas ideias voarem e isso faz eu ter mais planos que você. Dizem que eu tenho criatividade e eu continuo a procura-la. Você não, você é diferente, prefere que tudo venha a suas mãos. Eu não sou mais aquela criança que você fazia as burradas e eu tinha que perdoar, não mais. Eu cresci e todas as suas burradas estão voltando contra si. Chego perto de seu ouvido e consigo falar todas as coisas que um dia aconteceram e você não terá outra opção, a não ser ficar calado. Eu estou aqui para te detonar. Não é uma vingança. Eu não sou mais aquela criança que sonhava que te teria para sempre, pelo contrário, sonho no dia em que você vai sumir para sempre da minha vida. Infelizmente ainda te tenho por perto. Eu não sou mais aquela criança boba que ficava contando os segundos para te ver, agora eu conto os segundos para não te ver. E é isso. Eu cresci e não aguento mais seus planos que não existe mais. Eu tomei o poder e vai continuar assim.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Fantástico.

 Tudo parece fantástico. Esse mundo cheio de maravilhas que me encantam todos os dias, vão me fazendo alegrar cada vez mais. Seja como for, estar sendo fantástico. Seja proibido, perigoso, maravilhoso, pensativo, duvidoso, esperançoso... Enfim, seja o que for, eu estarei aqui para deixar esse mundo mais bonito e fazer dele o melhor de todos. Pode ser que eu não deseje que todos sejam felizes, mas eu quero ser feliz. Eu espero tudo permanecer fantástico até a minha morte. Eu quero viver em um mundo fantástico. Tudo aquilo que invade meu cérebro não passa de pensamentos e mesmo que eles sejam coisas simples, podem transformar meu mundo fantástico. Também tem os meus amigos, aqueles que me deixam feliz. Eu nasci para ser feliz e quero permanecer feliz ao lado de todas aquelas pessoas que Deus colocou em minha vida.  Tudo parece fantástico, até alguém querer destruir tudo. Mas eu não deixarei isso acontecer. É o meu mundo e nada poderá acontece-lo. Eu defenderei meu mundo até o fim, tudo tem que continuar fantástico. Vai ver, eu vou conseguir deixar esse mundo fantástico pra sempre.


Dedico à: Inghyson Oliveira.

Amigos, Colegas...

Amigos vem e vão,
Mas não são amigos,
talvez colegas.


Temos poucos amigos.
Até porque amigos de verdade,
são difíceis de encontrar.


Tem gente que tem a sorte de encontrar,
mas tem vezes que não dá valor.
Amizades de verdade vale mais que ouro,
todos deveriam dar valor a isso.


Amizade deve ser de verdade.
Já imaginou se nada fosse de verdade?
Se tudo fosse uma farsa?
Nem quero pensar,
minha vida seria uma desgraça.


Se todos seus amigos fossem colegas?
Pessoas não sabem diferenciar.
Mas perceba que os amigos 
sempre estão com você.

Mentirinhas que parece que me enganam.

 Acha mesmo que me engana? Essas suas mentirinhas não passam de uns simples comentários e que não me deixam nem um pouco com animo. Acha que eu vou me derreter toda por causa essas suas mentiras dizendo que gosta de mim? Você estar se auto enganando. Não tem como eu acreditar em mentiras desse tipo. Eu conheço o tipo de garoto que você é e não é dos que combinam comigo. Não mesmo. E essas suas mentirinhas que parece que me enganam não passam de simples comentários, elas são proibidas de entrar em minha mente, porque se entrar vai dar confusão e eu não quero confusão na minha cabeça, não mais. Essas mentirinhas não me enganam mais, eu cresci e aprendi a tratar essas mentiras como simples comentários sem sentido. Acho melhor você não perder seu tempo inventando essas mentiras, até porque eu não irei acreditar. Acredite em mim, é melhor pra você. Posso até acreditar que você gosta de mim, mas não cairia na burrada de ficar com você, nunca. Eu sei porque é isso que eu quero. Sou determinada e por isso não me arrependerei.

Sem perceber.

 Sem perceber a gente acaba magoando pessoas que não queriamos magoar. Sem perceber coisas acontecem. Sem perceber, o tempo passa. Sem perceber fazemos coisas que não deveriamos fazer. Sem perceber, acabamos usando as pessoas. Sem perceber, pessoas desejam vingança. Sem perceber, você perde tempo de sua vida. Sem perceber, a vida traz pessoas que não eram pra entrar em nossa vida. Sem perceber, sofremos. Sem perceber, pessoas estão nos enganando. Sem perceber, amigos de verdade estão sendo esquecidos. Sem perceber, fazemos burradas. Sem perceber, um amigo precisa de ajuda. Sem perceber, você estar doente. Sem perceber, você estar louca. Sem perceber, esperam nossa morte. Sem perceber, a falsidade vem vindo cada vez mais. Sem perceber, estamos sozinhos. Sem perceber, as coisas acontecem.




 Estamos tão dispersos do mundo que as coisas passam por a gente sem perceber. Tudo isso que eu falei são exemplos de algumas dessas coisas. Tudo pode acontecer, e como não estamos interessadas no mundo, tudo isso acaba acontecendo sem você perceber. Daí, você consegue descobrir tudo e perceber que isso faz tempo. Como se sente agora?

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Alegria!

É tão bom ser alegre,
Se sentimos tão bem.
Sei que essa vida não é a melhor,
Mas dá pra ser feliz.

Alegria, alegria,
melhorando meu dia.
Com essa tal de alegria,
deixa o mundo mais bonito.

Se o mundo fosse assim, alegre,
tudo ia ser bom.
E talvez seria perfeito,
mesmo que essa perfeito não exista.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

20 de julho - Feliz dia do Amigo.

20 de julho, dia do amigo! 
 Quem é meu amigo sabe. Hoje é um dia especial, é o dia das amizades que temos ficarem mais fortes e mais resistentes. Estou muito feliz com todas as pessoas que me deram feliz dia do amigo e desejo a todos vocês um feliz dia do amigo também. Quero que a nossa amizade dure mais e mais. 
 Essas pessoas que aparecem na foto acima, são muito especiais pra mim, amizades fortes e verdadeiras. Sabe, amigo é aquele que briga e que te tira do caminho errado para te colocar no caminho certo. Até porque ninguém quer ver o outro amigo sofrendo, não, não queremos. Amigo é aquele que sabe compreender e que ajuda quando precisamos. E eu sei que sempre posso contar com vocês, o que me deixa muito feliz. Vocês me apoiaram para criar meu blog, muitas vezes, quando dava, visitava e comentava... Enfim, me ajudaram no blog e em outras coisas também. 
 Realmente vocês foram presente de Deus que estão aqui comigo até hoje, me deixando feliz, me ajudando, me querendo por perto. As brincadeiras eu nunca vou esquecer, nem os conselhos, nem nada. Obrigada a todos vocês *-*


Feliz dia do amigo!

terça-feira, 19 de julho de 2011

oops... errei!


 Pare ai! Dessa vez foi eu, eu admito meu erro, mas não venha passar na minha cara isso! Eu sei muito bem botar a culpa em alguém. Cuida de você e depois vem me jugar. Eu erro sim, eu vivo errando. Erro e aprendo. oops... errei! Eu não erro, faço de conta que errei pra proteger meus amigos. oops... errei, brinquei com seu coração. É, mas você fez o mesmo. Eu tenho meu tempo de brincar, então eu simplesmente não errei. Você achava que eu estava apaixonada, mas não. Eu brinquei com seu coração, só um pouquinho... oops, errei. Eu fiz um joguinho e você achava que eu era inocente, nem tanto assim. Eu sei brincar, assim como você também roube brincar comigo. Você acha que é um tipo de vingança... por mim, você ache isso como você quiser. No começo foi só uma sabotagem e agora realmente virou uma vingança. oops, tudo isso de novo? Se você vim reclamar você que estar errado. Você brincou comigo, teve sua chance e agora é minha vez: Tudo de novo.

Vida em forma de Borboletas.

A vida é como borboletas.
Vivemos "voando".
Sim, voando.
Ou no mundo da lua, tanto faz.


Mas tem uma diferença:
As borboletas são belas
e a vida estar sendo 
cada vez mais destruída.


Talvez se o mundo fosse belo...
mas não.
O homem destruiu uma parte
e quer destruir o resto.


A vida estar em forma de borboletas.
Ela vai e vem, vão e voltam.


Realmente a vida é assim.
Vida em forma de borboletas.
Talvez não seja perfeitas,
mas tem algum ponto que é perfeita.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Um amor feito de Escolhas - Capítulo 4


 As férias tinham acabado e eu tinha conseguido fazer o Lucas adormecer um pouco na minha cabeça. Foi ai que eu tive uma surpresa, uma surpresa inesperada. Mais que inesperada!! O Lucas não tinha mudado de escola. Claro que eu fiquei feliz com a notícia, mas algo me surpreendeu ainda mais. Ele chegou pra mim, pouco depois de eu entrar na escola, e disse que gostava de mim. Eu quase tive um infarte na hora. Logo agora que eu estava esquecendo-o ele veio me dizer isso? O Yan estava do meu lado e como sempre, ele me defendia:
 - Deixa ela em paz! Ela tava super bem sem você aqui!
 - Eu falei com ela e não com você - disse o Lucas.
 Foi ai que o Yan ia avançando em cima dele, mas eu não deixei. O Lucas ainda era o grande amor da minha vida e naquele momento o meu sonho ia se tornar realidade se eu aceitasse ele na minha vida. Foi que algo surpreendeu o Yan, eu disse que ia pensar. Lucas pegou uma de minha mão e a beijou. Eu não fiz nada, apenas segui em vez depois daquilo. Enquanto o Yan e eu andavamos até a nossa sala ele fez um pequeno comentário:
 - Achei que você ia aceitar...
 - Eu só estou esperando o momento certo pra aceitar. Talvez hoje ainda.
 - Escolhe bem o que você quer.
 - Yan, você sabe que eu já errei muito, eu não quero errar de novo. - disse entrando na sala de aula.
 O Yan olhou bem e acho que ele estava se perguntando: Sei? Sim, ele sabe sim. Ele sempre me ajudou a conviver com esse tal de amor. Uma coisa que eu descobri pouco depois, era que o Yan era "inimigo" - afe, tira as aspas - do Lucas. Quando eles eram pequenos, ocorreu um briga entre eles e eles são inimigos até hoje. O engraçado disso tudo - pelo menos pra mim - era que eles são da mesma sala, desde o dia que se conheceram. Isto é, eles se vêem todo dia e nunca, nunca quebraram a cabeça do outro (era capaz de eu fazer isso com o Yan se ele quebrasse a cabeça do Lucas).
 O Lucas podia não ser o melhor, mas nenhum garoto é perfeito. Eu não consegui prestar atenção nas aulas, só pensando no Lucas. Foi ai que, na hora do recreio, ele chegou em mim e perguntou se eu ia aceitar ou não. Eu não podia desperdiçar essa chance, respirei fundo e aceitei. O Lucas me beijou ali mesmo e gritou pra todo mundo ouvir que estávamos namorando. Será que realmente ele gostava de mim? O que aconteceu nessa história? Essa história estar mal contada...

capítulo 5 dia 24 de julho

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Um amor Feito de Escolhas - Capítulo 3



 O Yan não ia atrás de mim, eu tinha certeza. Mas ele foi e me pediu desculpa. Sentou do meu lado e falou:
 - Sasá, você tem que entender que ele não gosta...
 - Encerrou?
 Ele calou por um instante e foi para o quarto. Segundos depois voltou com o notebook. Sentou ao meu lado, colocou o notebook na mesa e entrou no site da escola. Jornal de quinta-feira (dia que eu não fui pra aula e que ninguém me contou o que acontecer). Bom, tava dizendo que o Lucas tinha se declarado pela Fernanda. 
 - Que bom pra eles!
 O Yan pegou o notebook e saiu. Eu fiquei com uma puta vontade de chorar. Mas a unica coisa que eu fiz foi olhar pro teto e ver uma pequena aranha que parecia falar comigo, minha imaginação fértil. Eu pensei bem e minha razão dizia para eu esquecer o Lucas, mas meu coração ainda o desejava. Eu não sabia o que realmente eu ia fazer, mas eu não podia ficar parada.
 No dia seguinte, eu acordei cedo, bem mais cedo que todos que estavam na casa. Coloquei um vestido e fui pra praia. A praia estava deserta. Só estava eu lá. O que eu realmente queria? Era só 5:00 da manhã, ninguém vem a praia às cinco da manhã. Talvez eu seja louca. Talvez não. Eu só queria um tempo sozinha. Não queria mais estar no meio de várias pessoas e me sentir só, pelo contrário, eu queria me sentir só e estar sozinha.
 Andei até a beira da praia e olhei para aquele grande sol surgindo. Sentei ali mesmo e uma lágrima caiu sobre minha face. Talvez eu não iria esquecer o Lucas jamais. Eu o amava, como nunca tinha amado ninguém. Eu estava ali bem, sozinha e sem ninguém pra me dar opiniões. Até porque eu só me preocupo com a minha opinião. Como eu podia fazer da minha vida? Tudo que vem na minha cabeça é o Lucas. Eu sei que várias garotas estão afim do Lucas, porque ele é o garoto mais popular da escola. Mas, caramba, ele mudar de escola por causa da Fernanda. Ele realmente não sabe que eu existo, isso eu tenho certeza. Ou será que ele sabe? Apesar de tudo eu não parava de pensar no Lucas, eu sempre sonhei em tê-lo e ficar com ele pra sempre, mas talvez o destino não queria isso. O que realmente eu mereço?

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Noite Silenciosa.



 Mesmo que a noite pareça silenciosa, eu vou pensar em você. Não tem como não pensar em alguém tão especial como você, acho que estou realmente apaixonada. Era uma noite silenciosa e mesmo assim você me abraçava e não me deixava sentir medo de nada. Obrigada por ser esse doce de menino. Em noites silenciosas eu penso em você, deito e penso. Em noites silenciosas tudo pode acontecer. Quem sabe o medo vim, ou até mesmo você. Mas você não me assusta, pelo contrário, me dá todo tipo de proteção possível. Eu amo estar com você, eu amo sua companhia, eu amo você. Simplesmente não vivo sem. Em todas as noites silenciosas você estar comigo, sempre me deixando sem nenhum medo. Não sei, mas algo em mim diz que você é a pessoa certo. Você me encanta, você me fascina, você me faz bem. Eu quero que você seja meu e me dê sempre esse amor que você me dar. Sim, você é perfeito pra mim. Meu pensamento, minha canção de ninar, minha alma.

domingo, 10 de julho de 2011

Ele Olhou pra Mim!!


Quem nunca ficou feliz por um garoto que você gosta olhar pra você? Acho que a maioria disse sim. Mas é verdade, ficamos tão feliz que nem sabemos o que fazer a não ser ficar com uma baita de uma vergonha. Com apenas o olhar do garoto a gente já tem esperanças de que ele gosta da gente. Mas o pior é que nem sempre é assim, tem vezes que o garoto só quer mesmo brincar. Mesmo com tudo isso não podemos perder as esperanças, até porque a esperança é a principal nesse assunto e como dizem, esperança é a última que morre. Talvez ele olhou pra você porque gosta de você. Ele pode ou não gostar de você. Mas para saber isso você que vai ter que descobrir. Boa sorte ;)

Mais uma vez.



 Mais uma vez eu caminho pelo campo e me sinto feliz, me sinto livre. Eu acho que é assim que cada pessoa deve se sentir: livre. Livre das maldades do mundo, livre da violência, livre das pessoas que irritam, livre das pessoas maldosas... Enfim, livre de todas as coisas ruins do mundo. Mais uma vez eu digo: Todos precisamos ser felizes. Mais uma vez pessoas morrem por causas de outras. Mais uma vez políticos não fazem nada pelo planeta. Mais uma vez assistimos noticiários de pessoas morrendo de vários jeitos. Mais uma vez tudo se repete. Acho que todos precisamos ser feliz, mas com esse mundo não podemos. Mais uma vez tudo se repete, sim, o mundo é cheio de repetições. Tudo é mais uma vez, porque isso? Talvez o mundo tenha mesmo repetições. Um raio pode cair duas vezes no mesmo lugar sim, mais uma vez. Mais uma vez tudo se repete. Hum... já estou ficando confusa com essa história de mais uma vez. Tudo bem, o mundo é mais uma vez.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Rápido Olhar.

 Olhei pra você e de repente tudo mudou. Foi um olhar rápido, mas que deu tempo pra muita coisa. Você me olhava várias vezes e eu não sabia o que fazer, se eu olhava ou não. Algo dentro de mim acelerava e eu ficava muito insegura. Mesmo com isso tudo, se perguntassem se eu gostei, eu mentiria. Foi um momento em que nossos olhares se cruzaram, como nunca cruzaram muito tempo. Realmente nunca esperei isso de você. Você parecia tão feliz com várias garotas te achando o máximo. Daí você vem olhar pra mim... Isso me pareceu super estranho, mas mesmo que tenha sido um rápido olhar, foi um bom momento pra mim e pra você. Foi um momento que eu não vou esquecer, apesar de ser tão rápido e fácil de esquecer para algumas pessoas. Isso não cola em mim. Foi um bom momento, não tem como eu esquecer. Aquele seu rápido olhar e aquele meu jeito tímido e maluco de ver as coisas. Sim, realmente eu estranhei. Mas talvez você tenha mudado, sei lá. Veremos o que o tempo vai me dizer. Pra mim, o tempo realmente fala. Será? Só posso esperar mesmo. 

No Final do Arco-iris...

No final do arco-iris
eu quero chegar,
só por um motivo,
um único motivo,
que é te encontrar.


Se for possível
eu vou até o fim,
até o fim do arco-iris.


No final do arco-iris,
tudo é bom.
Principalmente porque 
eu encontrarei você.


Sou capaz de ir para 
encontrar você sim.
Você é meu ponto feliz.


Eu vou até o fim do arco-iris,
só espero que você me espere.

Um amor Feito de Escolhas - Capítulo 2


 A mensagem dizia que o Lucas ia sair da escola por causa da Fernanda Walker que ia estudar em outra escola. Eu fiquei paralisada. Como alguém ia sair de uma escola só por causa de outra pessoa? Só um idiota mesmo (eu teria coragem de fazer isso). 
 O Yan não deixou eu me desanimar. Ele puxou eu e a Polly e formos inaugurar "nossos quartos" (Só pra lembrar, eu e a Polly faziamos guerra, porque ela dizia que o Yanmeu melhor amigo, era o melhor amigo dela, ver ser pode). Infelizmente ficamos no mesmo quarto. O bom era que a casa de praia era tão chique, diferente de outras que eu já tinha ido, que, por ser no mesmo quarto, tinha uma escada que subia um pouco e lá tinha outro quarto. A outra notícia boa era que eu fiquei com o quarto em cima e qualquer coisa eu podia pegar um travesseiro e lá de cima jogar na cabeça da Polly. Sim, ia ser hilário. 
 Passamos a tarde na praia e de noite íamos sair para jantar fora, mas eu disse que não ia. Assim, o Yan disse que também não ia, que ia ficar comigo. E como a Polly adora o Yan, ela não ia me deixar sozinha com ele (tava estranhando já). Assim, minha tia saiu com uns amigos e ficamos em casa. Enquanto o Yan foi pedir uma pizza pra a gente comer, eu fiquei no meu quarto deitada na cama da Polly e mexia com um bichinho de pelúcia pequeno. A Polly estava com o Yan, mas como estava desconfiando que eu estava quieta, ela foi até o quarto. Ela chegou lá com um cara de quem queria ter me pegado no flagra e isso não ocorreu:
 - O que foi? Tá tão quieta.
 - Sinto falta do Lucas. Sabe aquele que eu te contei?
 - Sei sim. Você gosta muito dele, num é?
 - Você nem sabe o tanto.
 Ela me abraçou e depois mandou eu me animar e tentar fazer com que ele "dormisse" no meu pensamento por alguns dias ou isso ia prejudicar minha diversão (que já não estava boa) aqui na praia. Nessa hora, o Yan chegou no quarto e disse:
 - Qual a sua Sasá? O que você quer da sua vida mesmo?
 - Eu quero ser feliz - Ele esperava essa minha resposta - É só isso que eu quero.
 - E como você quer ser feliz ao lado de uma pessoa que não te ama? - Por que ele sempre tinha que ter uma responda na ponta da língua? - Eu não te entendo, serio mesmo.
 - Talvez eu me entenda sozinha! 
 Sai do quarto esparrando no Yan e fui direto para cozinha. Não queria mais a presença dele ali. Tinha certeza de que nossa amizade ia acabar ali, até por que eu odeio quem se intromete na minha vida.


capítulo 1 - dia 01/07
capítulo 3 - dia 13/07

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Desligada do mundo.

 As vezes é assim que eu queria estar: desligada do mundo. O problema desse mundo é que é daqui que eu vim, e o pior é que eu não posso sair. Queria que existisse vida em todos os planetas, assim ia ser mais fácil. Eu podia desligar de um mundo e viver em outro. Mas se existisse vida em todos os planetas, todos esses planetas estariam como a Terra, se acabando. As vezes da vontade de não ter nascido. Mas quem ia adivinhar que ia nascer em um mundo tão horrível? Ninguém. Queria só poder me desligar um pouco desse mundo e viver em outro pelo menos por 1 dia. O pior é que não existe outro mundo com vida onde eu poderia ir, mas eu tenho um mundo imaginário onde eu, quando não faço nada, fico nele. É um mundo tão perfeito, do jeito que eu sempre quis. Não tem violência, não tem carros, não tem prédios, pessoas não ligam para dinheiro... Enfim, somos felizes. É assim que eu queria um mundo, um mundo feliz. Mas eu não posso criar um. Se eu pudesse ter meu próprio mundo, eu não ia deixar todos entrar e as pessoas que entrassem iam ser felizes, assim como seremos no céu. É assim que eu queria um mundo.

Pelo resto de nossas vidas.

 Era noite, uma noite bastante escura. Eu só estava ali relembrando todos que já foram embora. Sei que é triste, sei que é doloroso. Mas nada me impede de visitar as pessoas que um dia eu amei muito e continuo amando mesmo não estando aqui. 
 Certa vez me veio na cabeça todas as pessoas que já foram embora e de bônus vem o medo de morrer. Porque eu não sei como é a morte. Como será quando você morrer? Algo dentro de mim começa a tremer, com medo. Lembro das pessoas que foram embora e de como todas estavam. Apenas desejei que elas fossem para o céu.
 Eu olhava toda aquela escuridão, mas não se importava com ela. Eu olhava o nome de cada pessoa que já fora embora e me vinha dúvidas: será que ela tinha ido pro céu ou pro inferno? Eu queria saber, mas não podia. Quantas pessoas morrem, quantas pessoas vivem. A quantidade de pessoas mortas parece ser muito maior do que as pessoas que vivem. Era só nisso que eu pensava. Eu queria que todos vivessem para sempre. A morte separa a gente de pessoas que amamos e isso doí bastante, mas não podemos deixar as coisas da vida nos abalar. Temos que erguer a cabeça mesmo que seja difícil.
 Sabe, mortes acontecem direto e mesmo assim continuamos chorando em velórios. Claro, amamos aquela pessoa que morreu e o nosso coração não é de pedra, ninguém estar preparado para um morte como essas e de repente acontece uma, é de matar seu coração. Sim, é horrível. Eu quero viver pelo resto de minha vida. Só espero que eu vá ao céu e fique lá bem guardada.

Garoto Estúpido.


 Nós eramos apenas jovens. Você se acha o melhor mais não percebe que estar sendo um estúpido pra mim. Você pode agradar todas com essa sua beleza espetacular, mas você não sabe quem eu realmente sou. Você só estar sendo estúpido fazendo esse seu papel de galã de cinema. Acha que isso vai colar comigo? Não mesmo. Você é um garoto estúpido de pensar isso. Eu sou bem diferente. Acredite, você nunca vai me conquistar assim. Você tenta ser o mais popular da escola, mas seus olhos dizem outra coisa. Não sei preocupe, eu não contarei a ninguém. Só saiba que você estar sendo um garoto estúpido. Você estar conquistando todas com essa sua beleza espetacular, mas você não sabe quem eu realmente sou. Você realmente não sabe disfarçar, seus olhos dizem tudo e assim você acha que pode me conquistar, mas não. Eu sou muito diferente do que você imagina. Estar sendo um garoto estúpido. Pare de achar que eu gosto de alguém como você. Você só liga para coisas que eu nunca imaginei pensar, ou talvez pensei um pouco. Você não sabe mesmo o que é ser estúpido, mas eu te digo: Olha pra você. Você estar sendo um garoto estúpido.

Intocável.

 Será que eu morri e não sabia? Tudo estar sendo intocável para mim. Eu via tudo, mas ninguém me via. Será que eu fiquei entre o céu e a terra - como Susie Salmon - ? Mas aqui não era o mundo perfeito, era apenas o meu mundo, o mundo que eu vivi sempre, sempre. Eu conseguia ver o sofrimento de algumas pessoas, a luxuria de outras, a pobreza de algumas, as doenças que causam muita dor de outras pessoas... Agora eu enxergava o mundo, consegui ver o que ele realmente era. Tentei mudar aquela situação, mas já era tarde demais. Acho que eu estava morta. Eu não podia tocar e nem ajudar o mundo, isso me deixou bastante triste, mas também me fez refletir: Então é assim... Só damos valor as coisas quando perdemos. Não sei como consegui chegar a esse ponto, não sei, não sei. Mas eu tenho certeza que algumas pessoas também vão refletir a mesma coisa que eu. Vão ficar com uma grande culpa por não ter construído um mundo melhor e sim destruí-lo todos os dias. Mesmo com tudo intocável, queria falar pelo menos com uma pessoa e mostra tudo o que estar acontecendo a ela, para ver se ela convence todas as outras pessoas.


quarta-feira, 6 de julho de 2011

Aproveitar a vida com quem? Sozinha?



 Eu sei que muitas vezes em minhas postagens eu falei para aproveitar cada momento da sua vida, mas nem sempre é assim. Não temos como aproveitar sem sair de casa - muitas vezes- ,  não temos como aproveitar sozinha... O que fazemos quando estamos sozinha? Esperamos o tempo passar, concordam? Realmente essa vida esconde mil segredos, porque nem eu sei quem realmente ela é. Uma hora é boa, outra hora é ruim. Uma hora ficamos feliz, outra hora ficamos tristes... Enfim, ela sempre tem duas ou mais opções. Para aproveitar a vida temos que ter amigos ou alguém que nos faça companhia. Você já viu alguém aproveitar a vida sozinha? Não, eu nunca vi. Precisamos aproveitar, seja com um amigo, com um colega, com algum familiar... sozinho? Não, sozinho não. Realmente não tem como aproveitar a vida sozinho. Ter tem, mas é sem graça. 

Cantaremos Agora.

Estávamos quase lá,
em uma hora e lugar.
Repetindo aquela história que 
o golpe final te atinge,
faço de tudo para 
te ver superar isso.


Será que você não ver que
eu armei tudo para ter você?
Eu só queria te ver sofrer um pouco,
mas sem recentimentos,
eu amo você.


Porque essas coisas vão mudar,
nós podemos sentir isso agora.
Essas paredes que coloquei para te derrubar,
vão cair.
É uma revolução
O tempo pará para finalmente você vencer.
Nós cantaremos agora, nós cantaremos agora!


Na noite que a chuva caia,
você ligou pra mim prometendo que ia mudar.
Será que você percebeu?
Ou é minha ilusão?
Sei lá, tanto faz.


Amanhecia e você não queria saber
Derrotava todos para me ter daqui em diante,
a batalha longa,
a luta pra você me ter
e... Cantaremos agora!



Porque essas coisas vão mudar,
nós podemos sentir isso agora.
Essas paredes que coloquei para te derrubar,
vão cair.
É uma revolução
O tempo pará para finalmente você vencer.
Nós cantaremos agora, nós cantaremos agora!

Nossa Canção.

 Eu tinha certeza que não tínhamos uma canção, mas você insistiu em dizer que tínhamos. Eu sabia que mesmo com tudo isso, não tínhamos uma canção e você disse: Nossa canção é a maneira de você rir quando estamos juntos, quando você fala baixo no telefone porque todos em sua casa estão dormindo e quando você senta  a noite e pede a Deus que aquilo se repita, tudo que fazemos juntos é a nossa canção. Ouvia todos os CDs, todos os dias na rádio, mas nada era tão bom como a nossa canção. Realmente você falou a verdade sobre a nossa canção, eu não sabia, mas você sim. Tentava tocar de novo com meu violão, mas nem assim. Nada ficou melhor que a nossa canção. Eu adorei quando você disse: Nossa canção é a maneira de você rir quando estamos juntos, quando você fala baixo no telefone porque todos em sua casa estão dormindo e quando você senta  a noite e pede a Deus que aquilo se repita, tudo que fazemos juntos é a nossa canção. Eu realmente achei tudo perfeito.


terça-feira, 5 de julho de 2011

Tudo bem, pare a música.



 Tudo de repente ficou triste, o mundo ficou triste. Tudo bem, pode parar a música agora. É hora do silencio invadir a sala. Tudo parou, o mundo ficou totalmente triste. Não escuto mais a música tocar, apenas o silencio invadindo a sala. O que será que aconteceu? Será que o mundo estar acabando? Não, não estar. Se estivesse, todos estariam gritando... Será que o mundo já acabou? Não pode ser, não podia ser tão rápido. Tudo bem, pare a música. Não precisa de música agora, estamos em uma época triste. Pode parar a música, deixe apenas o silencio invadir a sala. Momentos tristes precisam ser calmos e sem barulho - ou nenhum ruído. Tudo bem, pare a música, a festa já acabou e agora estamos em plena hora de sofrimento. Talvez seja quando o mundo acabar, talvez seja a morte de alguém... Seja o que for, pare a música. Não estamos em um momento bom, é só um momento de tristeza e de todos ficarem em silencio. A festa acabou e você pode parar a música agora. Estamos prestes a chorar, mas simplesmente alegre-se. Se o mundo acabar, você sabe que vai pro céu, isto é, talvez. Se alguém morrer, você saberá que ela vai estar com Deus. Simplesmente, não fique triste. Tudo bem, pode parar a música, mas continue feliz. Você deverá ser feliz para continuar sua vida. 

Páginas em Branco.

 Aconteceu tudo estranho, eu abri o nosso livro e de repente tomei um susto: só existia páginas em branco. Todas aquelas páginas em branco começaram a voar pela sala e foi ai que eu percebi que nada fazia sentido, talvez o nosso amor nunca tivesse realmente existido. Ou talvez tenha sido uma sabotagem. É, sabotagem. O nosso amor tenha sido roubado. Eu ia atrás, mas já estava ficando cansada e era muitas páginas em branco. Talvez 1.000 páginas em branco, só sei que nossa história era bastante grande. Será que foi apenas um sonho? Ou será que nossa história foi roubada? Todas aquela páginas em branco voavam sobre o mundo lá fora e foi ai que sentei ali mesmo, estava bastante cansada. Foi quando uma página, não em branca, caiu a minha frente. E nela eu podia ver eu e você juntos. Realmente nossa história aconteceu, mas alguém tinha planejado uma sabotagem e deixou todas as páginas em branco. Ou será que o nosso amor que acabou e tudo foi esquecido? Talvez tenha passado vários tempo e nossa história foi esquecida por todos e aquela página que ainda sobrava era porque EU era a única que não havia esquecido. E a parte que eu não esqueci era a do nosso último beijo. As páginas em branco era de todas as outras pessoas que acompanharam nosso amor e esqueceram.


segunda-feira, 4 de julho de 2011

Raquel Vieira.


 Várias pessoas podem achar que é uma amizade normal, 
mas nenhuma amizade é uma amizade normal. 
Cada amizade tem um jeito e assim a dela. 
Sua amizade é como fogo, impede que tudo passe pro outro lado. 
Sim sim, temos que ficar em um só lado para que o outro lado 
sirva de espaço para outras amizades. 

Mas o nosso espaço é bem maior. 
É maior que a metade, deixamos só um espaço pequeno 
para as outras amizade. 
É, amizade grande é assim mesmo, serve como fogo. 
Sua amizade deve ser guardada em um castelo 
enfeitado de ouro para ser vista como tesouro. 
Amizade difícil de encontrar, mas eu fui até o fim e achei.

Esperai, me disseram que não existe amizade verdadeira...
hum... então a nossa é a primeira viu. ú.u
Sabe como é, tudo tem a primeira vez.
Então, a nossa é a primeira amizade verdadeira.

Raquel Vieira,
a sim, sua amizade é de ouro.
É difícil encontrar uma assim,
e por isso eu dou bastante valor.
Talvez você não seja perfeita,
ninguém é,
mas sempre será essa amiga especial 
que você é e sempre foi na minha vida.

Criada para isso.


 Foi quando eu percebi que ela precisava de ajuda. Ela estava muito pra baixo e não queria voltar a aquele mau lugar. Eu não sabia como podia ajudar. Mas talvez uma ideia tenha vindo em minha mente. Levei-a até aquele mau lugar de novo e disse: "Não te trouxe aqui para te colocarem pra baixo e pra fazerem você se calar, até porque você não foi criada para isso. Eu te trouxe aqui para ver o seu grande sorriso que você sempre dava, você vivia assim, sorrindo. Você vai deixar que eles continuem vendo essas lágrimas caindo sobre seu rosto? Você não foi criada pra isso!". Acho que ela não entendeu ainda onde eu queria chegar, acrescentei: "Não deixe que ele te deixe cansada, pegue esse seu coração inocente e transforme-o de dentro pra fora, faça o virar uma coisa diferente. Você não foi criada para sofrer, você foi criada para viver. Ainda lembro de como você vivia bem sorrindo e não estava com nenhuma lágrima sobre o rosto. Então tenta fazer o presente virar o passado. Você precisa parar de sofrer, você não foi criada pra isso. Pare de querer mudar a sua vida. Sua vida não pode piorar, a não ser que você a mude. Só faça que essas pessoas que não te fazem bem adormeçam ou saiam da sua cabeça o mais depressa possível, eu sei que você consegue. Até porque você foi criada pra isso, para lutar contra seus objetivos". Acho que agora ela entendeu o recado.


dedico à: Márcia Dayana.

Na hora da Festa.

Na hora da festa 
ninguém pensa como vai terminar,
só querem aproveitar.


Na hora da festa,
todos estão animados
e parece que a festa 
nunca vai acabar.


São balões,
docinhos, salgadinhos,
chapéis de aniversário,
brincadeiras e mais.


Tudo para que possamos aproveitar
o máximo possível.


Na hora da festa,
ninguém liga pra nada.
Aliais, vinhemos para a festa
se divertir.
Então isso deve ser feito.

Bem vindos, esse é meu mundo perfeito!

   Bem vindos ao meu mundo, meu querido mundo. Talvez ele não seja perfeito, mas ele estar aberto para todas as visitas. Bem vindos a minha pequena cidadezinha, onde todos vinham e virão. Bem vindos ao meu local, nele eu vivo alegre. Talvez seja onde eu queira me divertir em minha imaginação, talvez ele seja um mundo estranho e cheio de sombras, talvez seja um mundo mágico onde sempre usamos a magia. Seja como for, é o meu mundo e ele sempre será do meu jeitinho. Bem vindos e voltem sempre. Eu só quero que o que é meu, seja de todos. Por isso, fiquem a vontade e sejam bem vindos. Aqui é um mundo mágico, eu faço o que quero. Sim, as regras são minhas. Parece o mundo das maravilhas, mas não é. Esse é o meu mundo e eu desejo boas vindas a todos que estão entrando. 



    Bem vindos ao meu maravilhoso tempo. Sim, um tempo muito distante. Acho que era na década de 50. Mas ele está com cara de atual. Juro que ele é de antigamente. Bem vindos ao meu delicioso mundo de chocolate. Aqui tem de tudo, muitos doces, muitas guloseimas. Sim, passo o dia aproveitando esse adorável mundo. As nuvens são de algodão doce, a chuva é pingo de chocolates, o vento tem cheiro de biscoito, as montanhas são trufas de mesclado e o rio é de milk shake de morango. Realmente, meu mundo é perfeito.
 Bem vindos ao meu lindo e doce sonho. Talvez o sonho de toda as garotas. Um mundo completamente cor-de-rosa. Onde as regras são nossas. As camas são quase um pula-pula, as casas são mansões cor-de-rosa, o céu tem estrelas cadentes toda hora, um lugar florido e cheio de coisas brilhosas. Talvez um mundo cor-de-rosa. Mas ele era bonito sim. As pessoas não eram falsa, e sim verdadeiras. Podíamos fazer qualquer coisa num estralo de dedos. Realmente meu mundo é perfeito.
    Bem vindos a meu mundo maluco. Totalmente maluco, aqui tudo é diferente e estranho. O chão é um tabuleiro de xadrez, as árvores são peças de xadrez, as pedras não peças de dama, os rios são peões. Sim, tudo é um jogo. Aqui jogamos o que queremos e poderemos ser as peças do jogo. Eu disso que era um mundo maluco. Tudo para nós é uma jogada, uma aposta, um jogo. Aqui tudo é brincadeira, vivemos jogando e quem ganhar tem uma recompensa. Mas essas recompensas são secretas. Então, só entrando nesse mundo para descobrir o segredo.
   Bem vindos ao meu mundo mágico. Totalmente mágico. Usamos partes do corpo para usar nossos poderes. Sim, tudo aqui funciona em magia. Por isso, logo que entrar, procure descobrir seu poder. Ou, poderá ser atacado por zumbis mágicos que faram você totalmente mal. Use sua magia, você não pode parar. Esse é um mundo onde lagos são feitos de brilhantes, árvores falam, estrelas brilham demais. Podem-se dizer país das maravilhas, mas não. É só meu mundo perfeito.
    Bem vindos, esse é meu mundo perfeito!